Empresa brasileira cria versão web do WhatsApp para segmento corporativo

(54) 3329-1140
contato@i9website.com.br

Empresa brasileira cria versão web do WhatsApp para segmento corporativo

Se você sonhava com uma versão web do WhatsApp, saiba que ele já se tornou realidade.

 

A brasileira Vanquish lançou, há dois meses, o WhatsCom, programa que permite utilizar o serviço em navegadores de qualquer sistema operacional, seja Windows, Mac ou Linux.

Segundo Renato Carvalho, um dos criadores do WhatsCom, o software é direcionado ao uso corporativo, no entanto, nada impede que um usuário normal use o WhatsCom.

"Quando uma empresa usa o WhatsApp, ela não tem controle sobre o app.

O WhatsCom é diferente da versão normal do WhatsApp porque como tem armazenamento na nuvem, todos os históricos e contatos ficam arquivados", explica.

O WhatsCom oferece cinco tipos de plano mensais que variam entre R$ 29,90 (100 contas inclusas) e R$ 69,90 (apenas uma conta).

Todos contam com 50GB de armazenamento em nuvem e login de acesso para a aplicação.

Além do armazenamento na nuvem, outra função que permite um maior controle da empresa é o administrador do plano, que controla o uso da ferramenta.

A companhia que adquirir o serviço ainda pode importar contatos do Google ou em formato ".csv.", ver estatísticas e relatórios e agendar tarefas integradas aos chats, como por exemplo, o retorno de uma ligação.

Funcionamento

Mas afinal, como funciona o WhatsCom? De acordo com Renato, ao adquirir um plano, o usuário ou empresa contrata também um número de telefone, incluso no preço do pacote.

Antes do cliente receber o login e número de sua conta, o WhatsCom faz o registro do telefone no WhatsApp e usa o código de confirmação por SMS no programa para habilitar o WhatsApp.

"Como o WhatsApp possui código aberto, usamos a API para criar nosso programa e integrá-lo com o aplicativo", afirma Carvalho.

A grande diferença do WhatsCom não é só o uso do WhatsApp no PC ou laptop, mas também a sua interface.

Ao acessar o programa, o usuário conta com uma série de recursos extras, como por exemplo, uma agenda de contatos.

Além do número de telefone e nome, é possível inserir também endereço, CPF, data de nascimento, outros telefones, redes sociais e outros dados.

Vale comentar também que funções normais do WhatsApp como os grupos, emoticons e "visto por último" também estão presentes.

O mesmo acontece com o envio de fotos, vídeos, links, localização e áudio.

Nesse último caso, no entanto, é preciso ter um áudio salvo no computador, já que não é possível gravar diretamente da aplicação.

Nova versão

Para as próximas semanas, o WhatsCom planeja uma nova versão.

A principal novidade é a atendente virtual, que poderá programar mensagens e enviar respostas automáticas de acordo com certas palvras-chave.

"O recurso pode ser muito útil no caso de empresas como e-commerces.

O consumidor envia uma mensagem ao número perguntando sobre um produto.

Como a atendente foi programada para enviar uma determinada mensagem, o cliente recebe uma resposta inicial de sua dúvida, que pode encaminhá-lo para outros canais", sugere Renato.

Ainda segundo Carvalho, a atualização chegará aos usuários, no máximo, até início de dezembro.

Fonte: Olhar Digital