Saiba por que o Flash está perdendo espaço

(54) 3329-1140
contato@i9website.com.br

Saiba por que o Flash está perdendo espaço

O que talvez mais atue contra o Flash hoje em dia é o fato de não ser uma tecnologia nativa do navegador.

 

Criado em 1996 – 18 anos atrás – o Flash é uma plataforma multimídia de desenvolvimento de aplicações com animações, áudio e vídeo.

O Flash ganhou imensa popularidade entre programadores web por permitir um rápido desenvolvimento de aplicações de alta qualidade e de fácil integração com outros tipos de conteúdo.

Ainda hoje, a linguagem é muito usada para jogos online, aplicativos na web, banners e até páginas inteiras.

Mas, por uma série de motivos, o Flash está perdendo espaço principalmente para o HTML5.

O que talvez mais atue contra o Flash hoje em dia é o fato de não ser uma tecnologia nativa do navegador.

Para acessar conteúdo em Flash, o usuário precisa baixar e instalar o Flash Player.

Outro problema em relação ao Flash é exatamente sua adoção massiva.

A enorme popularidade do software fez com que a plataforma se tornasse alvo constante de criminosos digitais.

E, ainda que seja constantemente atualizado, já foram encontradas mais de 200 vulnerabilidades de segurança no Flash.

Claro, ao longo do tempo, o Flash evoluiu, ficou mais rápido, mais leve.

Ainda assim, a Apple, desde seu primeiro iPhone e iPad, preferiu deixar o Flash de lado.

Atualmente, inclusive, alguns Androids não rodam mais Flash.

Esses gadgets deram ainda mais força ao HTML5 – um jeito novo de fazer basicamente as mesmas coisas.

E, segundo o professor, como o assunto são dispositivos móveis, a principal preocupação da Apple ao restringir o Flash era uma só: eficiência energética.

O HTML5 traz um conjunto de interfaces de programação que permite a criação de conteúdo 3D na web.

Também dá para trabalhar com animações, áudio e vídeo.

E a grande diferença é que tudo é feito direto no navegador, sem a necessidade de baixar nenhum plugin.

Para muitos, o HTML5 só não aposentou o Flash de vez por culpa de nós, usuários.

Acontece que apenas as versões mais recentes dos browsers rodam o HTML 5.

Nas mais antigas, só Flash.

A própria Adobe, proprietária da tecnologia Flash, já reconhece o problema.

Tanto que já lançou sua própria ferramenta para criar animações no padrão HTML 5.

Ou seja, a aposentadoria do Flash está mesmo chegando.

Muitos programadores experientes vão dizer: esqueça o Flash.

Outros talvez discordem.

E você, o que acha? será que o Flash será definitivamente abandonado? Ou a linguagem ainda deve sobreviver na Web por muito tempo? 

Fonte: Olhar Digital